WOOD COLORIMETRY FOR THE CHARACTERIZATION OF AMAZONIAN TREE SPECIES: A SUBSIDY FOR A MORE EFFICIENT AND SUSTAINABLE USE

Main Article Content

Wilza Carla Santos e Sousa Lucas de Jesus Barbosa Alvaro Augusto Vieira Soares Selma Lopes Goulart Thiago de Paula Protásio

Abstract

Abstrato: A madeira, como material biológico extremamente heterogêneo, pode apresentar semelhanças macroscópicas dificultando a distinção entre espécies. Essa discriminação pode ser realizada tanto por métodos anatômicos quanto por métodos não destrutivos, como a colorimetria. O objetivo desta pesquisa foi analisar a variabilidade da cor da madeira considerando os planos de corte (tangencial e radial) e determinar sua correlação com a densidade básica de madeira de dez espécies de árvores amazônicas. O sistema CIEL * a * b * foi utilizado para determinar os parâmetros colorimétricos (L *, a *, b *, C * e h *), obtidos por meio de um colorímetro portátil. Para comparação dos parâmetros colorimétricos, foi utilizado o teste de Scott-Knott a 5% de probabilidade. As espécies foram classificadas em grupos de coloração específica dadas pelas variáveis ​​colorimétricas, mostrando o potencial da colorimetria para identificação de madeiras. As análises de correlação entre cor e densidade básica mostraram que as madeiras mais densas são mais escuras e possuem maior pigmento vermelho (a *). A face radial era mais clara (L *) para nove madeiras, com exceção da angelim-pedra (Hymenolobium modestum ). Houve diferença estatística entre as cores dos planos de corte (tangencial e radial) apenas para as espécies goiabão ( Pouteria pachycarpa ) e sucupira ( Bowdichia nitida ). A análise dos dados determinou que as espécies arbóreas amazônicas apresentam correlação negativa entre luminosidade (L *) e densidade básica (-0,75). Assim, as madeiras mais escuras com menor luminosidade possuem maior densidade. Esta informação sugere que a escolha da direção de corte para estas espécies deve ser feita de acordo com a cor exigida pelo mercado.

Article Details

How to Cite
SOUSA, Wilza Carla Santos e et al. WOOD COLORIMETRY FOR THE CHARACTERIZATION OF AMAZONIAN TREE SPECIES: A SUBSIDY FOR A MORE EFFICIENT AND SUSTAINABLE USE. CERNE, [S.l.], v. 25, n. 4, p. 451-462, feb. 2020. ISSN 2317-6342. Available at: <http://cerne.ufla.br/site/index.php/CERNE/article/view/2202>. Date accessed: 28 mar. 2020.
Section
Article