ASSESSMENT OF DIFFERENT MANAGEMENT SYSTEMS IN AN AREA OF CERRADO SENSU STRICTO

Main Article Content

Flávia Nascimento de Souza Souza José Roberto Soares Scolforo Scolforo Rubens Manoel dos Santos Santos Charles Plínio de Castro Silva Silva

Abstract

Objetivou-se, neste estudo, avaliar o efeito de diferentes sistemas de manejo na composição florística e na diversidade de uma vegetação de cerrado sensu stricto, localizado em Brasilândia de Minas (MG), onze anos após as intervenções. Em 1997, implantaram-se na área de estudo 30 parcelas, com delineamento em blocos casualizados, nas quais foram instalados dez tratamentos com três repetições: remoção de 50%, 60%, 70% e 80% da área basal, envolvendo redução e acréscimo de 20% no quociente de De Liocurt; corte raso e testemunha. Antes da implantação dos tratamentos, foi realizado um levantamento a fim de conhecer a vegetação original. Nos anos de 2004 e 2008, novos levantamentos foram realizados. Verificou-se que as intervenções em área de cerrado provocaram alterações na composição florística e na diversidade da vegetação, no entanto, essas alterações também foram verificadas em áreas onde não foram efetuados planos de manejo.

Article Details

How to Cite
SOUZA, Flávia Nascimento de Souza et al. ASSESSMENT OF DIFFERENT MANAGEMENT SYSTEMS IN AN AREA OF CERRADO SENSU STRICTO. CERNE, [S.l.], v. 17, n. 1, p. 85-93, apr. 2015. ISSN 2317-6342. Available at: <http://cerne.ufla.br/site/index.php/CERNE/article/view/21>. Date accessed: 16 sep. 2019.
Keywords
Composição florística, diversidade, resiliência
Section
Article