The MORPHOLOGICAL AND MOLECULAR CHARACTERIZATION OF Fusarium spp. PATHOGENIC TO Ilex paraguariensis

Main Article Content

Ricardo Mezzomo http://orcid.org/0000-0002-7392-9588 Jéssica Mengue Rolim http://orcid.org/0000-0003-2737-7599 Tales Poletto http://orcid.org/0000-0002-6162-4445 Victoria Cozer Rosenthal http://orcid.org/0000-0002-6534-8070 Lucas Graciolli Savian http://orcid.org/0000-0002-4398-7998 Lia Rejane Silveira Reiniger http://orcid.org/0000-0002-3243-671X Marlove Fátima Brião Muniz http://orcid.org/0000-0001-7436-9589

Abstract

O cultivo de erva-mate ( Ilex paraguariensis ) foi intensificado no estado do Rio Grande do Sul, como resultado da avaliação do preço pago ao produtor. No entanto, estudos relacionados ao Fosarium pathosystem vs. yerba-mate ainda são insuficientes, de modo que muitos produtores enfrentaram perdas significativas na produção de plantas devido à ocorrência de podridão das raízes. Considerando o que precede, os objetivos deste estudo foram: a) caracterizar morfologicamente o Fusarium spp. Isolados coletados em plantas doentes de erva-mate; b) selecionar caracteres morfológicos eficientes na separação do Fusarium spp. isola em grupos de similaridade; c) identificar o Fusariumspp. isola-se ao nível das espécies através da sequenciação da região genômica do fator de alongamento 1-α (TEF-1a); e d) testar a patogenicidade do Fusariumisolados de spp selecionados com base na caracterização morfológica. Para tal, foram feitas coleções em cinco municípios do estado para o isolamento de patógenos e os pontos de coleta foram georreferenciados. Os 39 isolados foram caracterizados morfologicamente por variáveis ​​médias como crescimento micelial, esporulação, comprimento e largura da macroconidia, formato de microconídeo, pigmentação das colônias e formação de clamidósteros e testados quanto à patogenicidade por inoculação do substrato. As variáveis ​​utilizadas na caracterização morfológica foram eficientes na discriminação dos isolados em sete grupos, especialmente o comprimento da macronidia associada à esporulação. Sete isolados patogênicos de Fusariumspp foram identificados e estes também foram identificados molecularmente através da sequenciação da região do gene TEF-1α. O sequenciamento da região TEF-1α consolidou a identificação de isolados patogênicos como F. solani e F. oxysporum .

Article Details

How to Cite
MEZZOMO, Ricardo et al. The MORPHOLOGICAL AND MOLECULAR CHARACTERIZATION OF Fusarium spp. PATHOGENIC TO Ilex paraguariensis. CERNE, [S.l.], v. 24, n. 3, p. 209-218, oct. 2018. ISSN 2317-6342. Available at: <http://cerne.ufla.br/site/index.php/CERNE/article/view/1851>. Date accessed: 17 nov. 2018.
Section
Article